Fitoterapia chinesa

Curso de Extensão em Fitoterapia Chinesa Veterinária

 

Categoria: Tags: , ,

Descrição

Curso de Extensão em Fitoterapia Chinesa Veterinária

A fitoterapia é uma das ramificações da medicina tradicional chinesa. O objetivo desse curso é capacitar o médico veterinário a reconhecer as principais fórmulas patenteadas de fitoterapia tradicional chinesa (fórmulas magistrais) e seus componentes, bem como empregá-las nas enfermidades de pequenos e grandes animais.

A acupuntura veterinária surgiu há aproximadamente 5.000 anos, na mesma época que a humana. No ocidente é ensinada desde o século XVIII em Lyon e Alfort, na França. Deu um grande impulso a partir de meados do século XX, principalmente por estudos relacionados à analgesia por acupuntura. A sociedade Internacional de Acupuntura Veterinária (IVAS) foi fundada em 1976, oferecendo cursos de formação para que os Veterinários Europeus e Nortes Americanos possam atuar na área. Adicionalmente esta entidade organiza congressos anuais de Acupuntura Veterinária.

No Brasil, coordenamos o I Simpósio Brasileiro de Acupuntura Veterinária em 1994, com a vinda do Prof Oswaldo Kothbauer da Faculdade de Veterinária, da Universidade de Viena, Áustria e Prof Wang Qing Lan, Vice-Reitor da Faculdade de Veterinária, da Universidade de Beijing, China. Os membros do Instituto BIOETHICUS têm trabalhado com acupuntura desde 1985 e realizado pesquisas a partir de 1987. Inúmeros trabalhos de pesquisas e palestras da equipe do BIOETHICUS foram apresentados em Congressos anuais da International Veterinary Acupuncture Society, como em Taiwan (Formosa) em 1998, Kentuckcy (EUA) em 1999, Viena (Áustria) em 2000. Otawa (Canadá) em 2001, Havaí (EUA) 2002, Santos (Brasil) 2003 e Ostende (Bégica) 2004. Adicionalmente a mesma equipe ministrou cursos nos EUA, Áustria, Holanda, Cuba, Costa Rica, Chile, e Portugal além de uma vasta quantidade de palestras no Brasil. Em 2000, trabalhos da equipe foram publicados sob a forma de um capítulo do livro do Editor Allen Schoen, “Veterinary Acunpuncture”, lançado nos EUA, divulgando os estudos científicos realizados no Brasil, por diversos pesquisadores. Em 1999, esta mesma equipe coordenou juntamente com outros profissionais da área o I Congresso Brasileiro de Acupuntura Veterinária, com a participação do Dr. Emiel Van den Bosh, da Bélgica e do Dr. Philip Rogers, da Irlanda.

Neste mesmo congresso foi fundada a Associação Brasileira de Acupuntura Veterinária (ABRAVET), reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina para conferir Títulos de especialista na área de Acupuntura, onde parte da Diretoria da entidade foi composta pelos membros do BIOETHICUS. Em 2000, ajudamos na coordenação do II Congresso Brasileiro de Acupuntura Veterinária, promovido pela ABRAVET, realizado na UNESP, no Campus de Jaboticabal bem como também em 2001, participamos da organização do III Congresso Brasileiro de Acupuntura Veterinária, realizado em Campos do Jordão pela ABRVET juntamente com AMBA (Associação Médica Brasileira de Acupuntura). Em 2002 o IV Congresso foi realizado o IV Congresso foi realizado na FMVZ – UNESP de Botucatu e em 2003 foi realizado o V Congresso Brasileiro e 29 o Congresso Internacional de Acupuntura Veterinária da International Veterinary Acupuncture Society (IVAS), em Santos, contando com a presença de inúmeros palestrantes e ouvintes do exterior, sendo o segundo maior da história do IVAS. A equipe do Instituto teve ainda a participação na coordenação dos Congressos da ABRAVET de 2004 no Rio de Janeiro e 2005 em Fortaleza.

O Congresso de 2003 foi um marco na história da Acupuntura Veterinária no Brasil e no mundo, já que foi a primeira na história do IVAS que houve um congresso no hemisfério sul e fora do eixo Europa-América do Norte, com excelente repercussão no exterior, inserindo o Brasil no rol dos países mais importantes na área da Acupuntura Veterinária. A participação brasileira através de trabalhos publicados e palestras foi intensa, demonstrando o avanço da área no Brasil, o que pode ser verificado com os inúmeros estagiários internacionais do Serviço de Acupuntura da FMVZ-UNESP bem com através dos intercâmbios científicos realizados por nosso alunos.
Em 2003, com a vinda do Prof. Steve Marsden, um dos maiores fitoterapêutas médico veterinário do mundo (autor do livro Manual of Veterinary Natural Medicine, juntamente com Susan Wynn) o estudo dos fitoterápicos consolidou-se e se fortaleceu no país de fora irreversível.

Todos estes fatos levaram a um incremento no número de pesquisas que têm sido realizadas em Universidades Brasileiras, em sua maioria vinculadas à pós-graduação, com o apoio de órgãos de financiamento. Desta forma, pode-se observar a importância e o crescimento desta especialidade no Mundo. Em diversos estudos clínicos observaram-se a ampla possibilidade de uso da fitoterapia tanto na clínica de pequenos quanto na clínica de grandes animais. Em um estudo inédito, os membros do grupo do Instituto Bioethicus publicaram em conjunto com a UNESP Botucatu o trabalho com título Effect Of Acupuncture, Eletroacupuncture And Panax Pseudoginseng In Blood Coagulation Variables In Horses junto ao seleto periódico americano, Veterinary Record.

Em outro estufo publicado no Journal of the Chinese Society of Taditional Veterinary Science – Dezembro 2006 – páginas 90-99 intitulado “Immunomeadiated Thrombocytopenia Treated with Acupuncture ande Chinese herbs”, a equipe do Bioethicus também procurou comprovar os efeitos dos fitoterápicos em casos clínicos controlados.

Desta forma, temos a intenção de formar no país profissionais de alta qualificação, bem como habilitar nossos profissionais de acordo com os padrões internacionais para exercerem a fitoterapia veterinária.